Última hora

Testemunhos da Queda do Muro de Berlim

Testemunhos da Queda do Muro de Berlim
Direitos de autor
REUTERS/Fabrizio Bensch
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Trinta anos depois da Queda do Muro de Berlim o arquivo de testemunhos pessoais é fundamental para conhecer a história da divisão da cidade - e do país.

Tinha 26 anos quando o muro de Berlim caiu, era jornalista no jornal DER MORGEN, aqui em Berlim. E um dos meus primeiros pensamentos foi: "que bom que estou a viver isto com o meu filho" - que tinha 2 anos e meio na altura - lembro-me de pensar ele já não precisava de ir para o exército. Tudo aconteceu numa quinta-feira, fui trabalhar e fui buscar o meu filho à creche - como disse ele tinha dois anos e meio e era muito inteligente e agitado, ficávamos contentes quando ele conseguia adormecer. Já tínhamos ouvido as notícias - na televisão ou na rádio e pensei que sim, que seria verdade.
Vera Lorenz
journalista
"Na RDA sempre se dizia: como é que podemos ter uma visão do mundo se não podemos ver o mundo? E isso é algo completamente diferente hoje em dia. Todos os jovens - das zonas urbanas, rurais ou de cidades mais pequenas - viajam pelo mundo, voltam e enriquecem o país; assim como os chamados imigrantes de terceira geração, que são alemães e que mudam o país para melhor."
Vera Lorenz
Jornalista
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.