Última hora

Rússia celebra o cinema ao ar livre

Rússia celebra o cinema ao ar livre
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Aqui não há tapete vermelho nem júri e o público não precisa de vir muito bem vestido. O Outdoor Film Festival, festival de cinema ao ar livre, começou em junho na Rússia e percorreu várias cidades, vilas e aldeias do país. O público vota com as luzes dos telemóveis e os vencedores foram anunciados agora.

"Não podem imaginar o que é ver sete mil pessoas juntas num campo, numa aldeia. Veem curtas-metragens russas que nunca tinham visto, porque não estão no domínio público e votam com as luzes dos telefones. É uma catarse. É o maior evento de muitas cidades, depois do ano novo", explica um dos fundadores do festival, Aleksandr Sheryakov.

O festival é organizado por uma associação sem fins lucrativos, sobrevive graças a doações e ao trabalho dos voluntários.

Este ano, dos 85 filmes a concurso, foram escolhidos 10 para a última fase. As escolhas do público recaíram sobre filmes com humor, como "Harmony", de Evgeny Sangadgiyev, sobre uma mãe e um filho cuja paixão é tocar guitarra imaginária, ou “Set-up”, de Ekaterina Todorovskaya, sobre um político que monta uma armadilha ao Diabo.

"Harmony", Evgeny Sangadgiyev

"Muita gente está agora a descobrir as curtas-metragens russas, as pessoas ficam surpreendidas, o que é muito interessante", diz Igor Mishin, membro da Academia Europeia de Cinema.

Aos 28 anos, Nikita Vlasov ganhou o prémio principal com "Bolvanka". No filme, a esposa de um jovem casal fica em sarilhos quando decide sentar-se em cima da prenda que lhe tinha sido dada pela sogra militar... Nada mais, nada menos que uma mina.

"Bolvanka", Nikita Vlasov

A veia criativa e humorística do realizador promete continuar até porque, com este prémio, tem 21 mil euros para produzir um próximo filme: "A Rússia precisa de mais filmes positivos para adultos", disse o jovem cineasta à Euronews.

O festival existe desde 2015 e é uma montra para os novos realizadores conseguirem chegar a um público alargado.

"Não é só a vitória que interessa. Este festival é uma oportunidade para os jovens realizadores serem notados pelos profissionais da indústria do cinema e também para conquistarem milhões de corações por todo o país", conclui a correspondente da Euronews em Moscovo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.