EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Protestos contra presidenciais argelinas

Protestos contra presidenciais argelinas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

As manifestações contra as presidenciais argelinas estão voltam a ganhar consistência a três semanas das eleições presidenciais do dia 12, que os contestatários consideram ser a perpetuação dos mesmo regime de Abdelaziz Bouteflika

PUBLICIDADE

Dezenas de milhares de argelinos voltaram a sair às ruas da capital e de outras cidades numa altura em que a vaga de contestação que já dura há meses parece subir de tom. A três semanas das controversas eleições presidenciais do próximo dia 12, a contestação sucede-se e também o reforço das autoridades e o número de detenções.

Os manifestantes rejeitam o escrutínio por considerarem que as eleições não podem ser livres e justas quando os militares e dirigentes da atual hierarquia governativa se mantém no poder.

Todos os cinco candidatos presidenciais foram responsáveis políticos do governo de Abdelaziz Bouteflika. O presidente saiu do poder quando as forças armadas lhe retiraram apoio após seis semanas de manifestações contra a tentativa de Bouteflika renovar mais um mandato presidencial.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal Constitucional adia eleições presidenciais na Argélia

Mais de 20 polícias feridos em protestos na Argélia

Irmão de Bouteflika e dois generais detidos na Argélia