Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Tribunal Constitucional adia eleições presidenciais na Argélia

Tribunal Constitucional adia eleições presidenciais na Argélia
Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Constitucional da Argélia adiou as eleições presidenciais que estavam previstas para o dia quatro de julho, sem estabelecer nova data para o escrutínio.

Em comunicado, os conselheiros justificaram a decisão com a falta de candidatos, depois de terem invalidado os processos dos dois únicos políticos que se apresentaram para concorrer ao lugar de chefe de Estado.

Estas eleições deveriam permitir a escolha de um sucessor do presidente Abdelaziz Bouteflika, que se demitiu no dia dois de abril, depois de fortes contestações nas ruas e da pressão do exército.

O Tribunal Constitucional sugere, assim, a prorrogação do mandato do presidente interino, Abdelkader Bensalah, nomeado a 9 de abril, o que pode provocar alguns constrangimentos pois a Constituição diz que Bensalah só pode permanecer no cargo, no máximo 90 dias.