Última hora

Sobe para 40 o número de mortos em sismo na Albânia

Sobe para 40 o número de mortos em sismo na Albânia
Tamanho do texto Aa Aa

As equipas de resgate trabalham sem parar para encontrar sobreviventes entre os escombros dos edifícios que ruíram durante o sismo de terça-feira na Albânia.

De acordo com o último balanço do Governo do país, pelo menos 40 pessoas foram retiradas das ruínas sem vida, há pelo menos 15 desaparecidos, e mais de 650 feridos.

O sismo de 6.4, na escala de Richter, foi um dos mais violentos das últimas quatro décadas na Albânia.

A União Europeia disponibilizou-se, já, para ajudar o país.

Itália, Grécia, Roménia, Turquia, Kosovo, Sérvia e Montenegro, enviaram, já, cerca de 200 especialistas, equipas de busca e resgate, e cães pisteiros.

De acordo com as autoridades da Albânia, o sismo ocorreu a cerca de 30 quilómetros da capital, Tirana. Foram já registadas mais de 530 réplicas desde terça-feira, algumas com magnitudes acima dos 5.0, na escala de Richter.

A localidade de Durres foi a mais afetada.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.