Última hora

Trump acusa Macron de "falta de respeito" à NATO

Trump acusa Macron de "falta de respeito" à NATO
Direitos de autor
REUTERS/Kevin Lamarque
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os 70 anos da NATO assinalam-se em clima de grande tensão. A Aliança Atlântica regressa a Londres, cidade que foi chão para primeira sede da organização em 1949.

Uma cimeira que arranca sob o signo das críticas. O presidente francês diz que a organização está em "morte cerebral" - a expressão que lhe valeu um ralhete de Donald Trump. "É uma declaração dura" afirma o chefe de Estado norte-americano, acrecentando que não se pode "andar por aí a fazer declarações destas sobre a NATO. É de uma grande falta de respeito". Para o presidente dos EUA, "ninguém precisa mais da NATO que a França" e estas "quando a França faz uma declaração sobre a NATO é muito perigoso para eles".

Declarações no final de uma reunião com o secretário-geral da NATO antes do arranque formal da cimeira. A contribuição de Washington para o orçamento da Aliança tem dominado as últimas reuniões, com Trump a exigir um aumento dos orçamentos dos aliados.

Portugal planeia chegar a um orçamento para a defesa de 1,6% do PIB em 2024. Um valor abaixo dos 2% cento impostos pelos Estados Unidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.