Última hora
This content is not available in your region

Eurodeputados exigem mais pressão sobre Malta

euronews_icons_loading
Eurodeputados exigem mais pressão sobre Malta
Direitos de autor  REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de liderar uma delegação de eurodeputados a Malta, a liberal Sophie in 't Veld considera positiva a hipótese avançada pela Comissão Europeia de abrir um procedimento contra aquele Estado-membro.

"O primeiro passo seria iniciar um diálogo sobre o Estado de direito. Já em março solicitamos à Comissão Europeia que iniciasse esse diálogo. Se tal vai evoluir para um procedimento com base no artigo 7 da União Europeia está totalmente nas mãos dos governo de Malta", disse à euronews.

REUTERS

Em causa estão novos dados sobre o papel do chefe de governo, Joseph Muscat, no assassinato da jornalista Daphne Caruana Galicia, em 2017.

Alguns eurodeputados gostariam que o tema fosse abordado na cimeira da União Europeia, na proxima semama.

"Neste momento, o problema está nas mãos do Conselho Europeu. Um de seus membros é o próprio Joseph Muscat, o primeiro-ministro que está envolvido - indiretamente, pelo que sabe atualmente - no assassinato mais inacreditável da história recente da União Europeia. Logo, o conselho deve atuar", afirmou Stelios Kouloglou, eurodeputado grego da esquerda radical.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.