Última hora

Netanyahu e Pompeo em Lisboa com tensão como pano de fundo

Netanyahu e Pompeo em Lisboa com tensão como pano de fundo
Tamanho do texto Aa Aa

Benjamin Netanyahu e Mike Pompeo escolheram Portugal para se reunir. Um "encontro entre políticos", como frisou o Presidente da República portuguesa. Marcelo Rebelo de Sousa não esteve com nenhum dos dois e fez questão de esclarecer que não é a primeira vez que o país é escolhido para um encontro do género.

Ainda assim, uma deslocação polémica com movimentos e partidos políticos a criticarem o facto do chefe do executivo de Israel ser recebido no país, até porque o Reino Unido se tinha recusado a ser cicerone deste encontro.

Alheios ao mal-estar criado, o secretário de Estado dos EUA e o primeiro-ministro israelita reuniram-se quarta-feira. No centro do debate esteve o Irão com Netanyahu a congratular-se com a decisão dos EUA de aplicarem sanções a Teerão.

Já esta quinta-feira, Pompeo e Netanyahu encontraram-se com o primeiro-ministro António Costa e com o chefe da Diplomacia portuguesa Augusto Santos Silva.

As relações entre EUA e Israel têm vindo a ganhar um novo fôlego, principalmente depois de Mike Pompeo ter dito que Washington já não considera os colonatos judeus na Cisjordânia como uma violação do direito internacional.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.