UBER: 6000 agressões sexuais nos EUA

UBER: 6000 agressões sexuais nos EUA
Direitos de autor REUTERS/Mike Blake/File Photo
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Denúncias constam no relatório de segurança, relativo a 2017 e 2018. 235 foram violações, ou "penetrações sexuais não consensuais".

PUBLICIDADE

A Uber registou cerca de 6000 denúncias de agressões sexuais nos Estados Unidos da América, em 2017 e 2018.

235 foram violações, ou "penetrações sexuais não consensuais".

De acordo com o relatório de segurança, divulgado pela plataforma de transporte de passageiros, as denúncias foram apresentadas por motoristas, utilizadores e por terceiros.

Esta é a primeira vez que a Uber divulga este relatório. A empresa está presente em 70 países e tem estado sob pressão para lidar com o crescente aumento de reclamações feitas pelos utilizadores sobre abusos ou comportamentos menos próprios por parte dos motoristas afiliados.

Em 2018, a Uber realizou mais de mil e trezentos milhões de viagens nos Estados Unidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nova Iorque sacudida por terramoto de 4,8 na escala de Richter, o maior em mais de 40 anos

Israel vai abrir dois corredores de ajuda humanitária em Gaza após aviso dos EUA

Homem que recebeu rim de um porco teve alta hospitalar