Última hora

UBER: 6000 agressões sexuais nos EUA

UBER: 6000 agressões sexuais nos EUA
Direitos de autor
REUTERS/Mike Blake/File Photo
Tamanho do texto Aa Aa

A Uber registou cerca de 6000 denúncias de agressões sexuais nos Estados Unidos da América, em 2017 e 2018.

235 foram violações, ou "penetrações sexuais não consensuais".

De acordo com o relatório de segurança, divulgado pela plataforma de transporte de passageiros, as denúncias foram apresentadas por motoristas, utilizadores e por terceiros.

Esta é a primeira vez que a Uber divulga este relatório. A empresa está presente em 70 países e tem estado sob pressão para lidar com o crescente aumento de reclamações feitas pelos utilizadores sobre abusos ou comportamentos menos próprios por parte dos motoristas afiliados.

Em 2018, a Uber realizou mais de mil e trezentos milhões de viagens nos Estados Unidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.