Última hora
This content is not available in your region

Eleição crucial no Reino Unido

Eleição crucial no Reino Unido
Direitos de autor
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Pela terceira vez em quatro anos, os britânicos votam, esta quinta-feira, em eleições legislativas.

Uma eleição antecipada e crucial para o processo de saída do Reino Unido da União Europeia. Uma decisão fundamental para o futuro do país, dividido desde o referendo de 2016.

Os conservadores, chefiados por Boris Johnson, são, apesar de tudo, apontados como favoritos, mas o desencanto dos eleitores é notório:

"Eu não tenho fé nos políticos. São como as crianças, sempre a pegarem-se uns com os outros", diz uma idosa.

"Os deputados agora são essencialmente a elite rica. Ninguém entende os trabalhadores. Nunca trabalharam um só dia num trabalho pesado numa fábrica", afirma um outro eleitor.

A taxa de participação é um dos fatores cruciais e a meteorologia não ajuda.

O voto decorre sob o efeito da chuva em diversas regiões, algumas com alerta por causa das condições meteorológicas.

As urnas estarão abertas até às 22 horas e, à falta de motivação dos eleitores, é caso para dizer que, desta vez, até os cães foram votar. Muitos britânicos levaram os fiéis amigos. Uma moda a que até Boris Johnson aderiu.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.