Última hora
This content is not available in your region

Colômbia reclama propriedade "total" do galeão San José

Colômbia reclama propriedade "total" do galeão San José
Direitos de autor
AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A Colômbia declarou o galeão espanhol San José bem cultural indivisível da nação, reclamando a totalidade dos tesouros transportados pela embarcação, que naufragou há três séculos no Caribe colombiano.

"Para o Governo do presidente Ivan Duque é fundamental conservar este património cultural. É fundamental que nenhuma moeda, nenhum pedaço de madeira daquele galeão vá parar aos antiquários", afirmou a vice-presidente colombiana, Marta Lucía Ramírez.

"A própria Espanha solicitou que as peças não fossem comercializadas, a nação indígena dos Qhara Qharas na Bolívia, com quem nos encontrámos na semana passada ou antes, fez o mesmo pedido. Outros governos latino-americanos disseram-nos, que também querem ajudar, se o património for preservado ", disse o diretor da Agência Nacional de Defesa Jurídica, Camilo Gomez.

Caem assim por terra as pretensões de uma empresa norte-americana de trazer os destroços para a superfície, a troco de parte das peças do galeão.

Madrid reclama a propriedade do galeão que tinha bandeira espanhola.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.