Os soldadinhos de barro do primeiro imperador da China

Os soldadinhos de barro do primeiro imperador da China
Direitos de autor -
De  Patricia Tavares
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Descobertos mais 220 guerreiros Terracota da dinastia Qin.

PUBLICIDADE

**O exército de soldadinhos de barro do imperador chinês Qin Shihuangdi não pára de aumentar. Foram descobertos 220 novos soldados Terracota no mausoléu do primeiro imperador da China, em Xi'an.
**

Os guerreiros foram enterrados na terra que os construíu e alinhados da mesma forma que os soldados verdadeiros da dinastia Qin. O imperador começou a construir o majestoso túmulo assim que chegou ao trono.

Queria levar tudo o que fosse importante quando deixasse a existência terrena. Para ele, o mais importante era o exército. Quando morreu um exército de figuras de cerâmica em tamanho real acompanhou-o na vida depois da morte.

Entre as relíquias encontradas nas escavações está um camelo dourado, acredita-se que seja o mais antigo da China:

O camelo dourado é um dos destaques das descobertas, só era encontrado no oeste da Ásia nos tempos antigos e não é típico das planícies centrais da China. Portanto, a descoberta do camelo indica trocas antigas entre a China e o Ocidente durante a dinastia Qin (221-206 aC).
Jiang Wenxiao
Investigador
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chanceler alemão pede à China mais abertura económica

Scholz visita a China para tentar aliviar as tensões económicas com a Alemanha

China responde à investigação da UE sobre os subsídios às indústrias verdes