Última hora
This content is not available in your region

Manifestações em França perdem fôlego

euronews_icons_loading
Manifestações em França perdem fôlego
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Esta quinta-feira, foi mais uma vez dia de manifestações, em várias cidades de França, em protesto contra a proposta de reforma do sistema de pensões do presidente Emmanuel Macron.

Longe dos números de outros tempos, de acordo com as autoridades, 187 mil pessoas manifestaram-se em todo o país. Os sindicatos afirmam que os números são mais elevados e que ultrapassam os 550 mil.

"Estão a destruir um modelo social que todos invejavam e que vai colocar muitas pessoas na miséria. Com propostas semelhantes às da Dama de Ferro, quando ela estava na Grã-Bretanha, para fazer crer que vamos fazer algo pelos pobres. Isso revolta-me!", exclamou uma pensionista.

Depois de seis semanas de protestos e manifestações os franceses dão sinais de estarem cansados.

O Governo gaulês recuou e retirou a proposta de aumentar a idade da reforma dos 62 para os 64 anos. Os sindicatos afirmam que é pouco e vão continuar com os protestos, estando prevista uma manifestação para 24 de janeiro, o dia em que o Conselho de Ministros discute as novas propostas para a reforma do sistema nacional de pensões.