Última hora
This content is not available in your region

FMI melhora previsões para 2020

euronews_icons_loading
FMI melhora previsões para 2020
Direitos de autor
AP - Cliff Owen
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional aproveitou o Fórum de Davos para publicar as perspetivas para a economia global para este ano.

As novas previsões dão conta de uma recuperação, com a economia do globo a crescer com mais força este ano que em 2019. São números melhores que os da última previsão, mas é preciso alguma cautela ao analisá-los, como esclarece a diretora do FMI Kristalina Georgieva.

"Enquanto em outubro a previsão económica se resumia em duas palavras - abrandamento sincronizado - a atual, peço desculpa por ser mais longa, resume-se em quatro palavras: Estabilização provisória, fraca recuperação", disse Georgieva.

Segundo as novas previsões, a economia global deve crescer 3,3% este ano, depois de 2,9% no ano passado. Na Zona Euro há um pequeno aumento do ritmo de crescimento, dos 1,2 para 1,3% e no que toca aos Estados Unidos há um abrandamento. A economia deve crescer 2%, depois de 2,3% em 2019.

Previsões para a economia global, Zona Euro e EUA

Gita Gopinath, economista-chefe do FMI, defende que as relações China-EUA têm uma influência decisiva nestes números: "Um acordo comercial entre a China e os Estados Unidos, mesmo numa primeira fase, se for duradouro, pode reduzir o impacto negativo das tensões comerciais no PIB mundial dos 0,8% que tínhamos previsto em outubro para os 0,5%", diz.

Esta melhoria nas perspetivas económicas, não só na Europa como a nível global, é motivada sobretudo pelas taxas de juro mais baixas, uma tendência que se verifica em todas as principais economias, que estimula o consumo e logo o crescimento.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.