Última hora
This content is not available in your region

Quanto custa participar no Fórum de Davos?

euronews_icons_loading
Quanto custa participar no Fórum de Davos?
Direitos de autor  Markus Schreiber/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O Fórum Económico Mundial, em Davos, é uma das melhores ocasiões do mundo para criar redes. Durante uma semana, esta estância de esqui na Suíça fica cheia de políticos e líderes de negócios de todo o mundo. É por isso que esta concentração é tão importante.

Davos é um evento que funciona exclusivamente por convite, mas é também possível fazer-se convidado. Só que para isso é preciso ter algumas dezenas ou mesmo centenas de milhares de euros para gastar.

Quanto custa participar no FEM?

Uma das formas é ter uma parceria estratégica com o Fórum Económico Mundial, que custa 560 mil euros por ano. Outra opção, mais em conta, é ser membro do fórum. A quota é de 56 mil euros anuais, mais um pagamento de 23.800 euros por cada participante.

Uma vez em Davos, é começar os contactos. Para isso, a cor da acreditação é importante.

As várias acreditações disponíveis

A repórter da Euronews no local, Isabelle Kumar, tem a acreditação mais valiosa de todas, a de participante de alto nível e explica-nos o que significa:

"Esta é uma acreditação branca, muito cobiçada. Dá entrada na maior parte das reuniões plenárias. Os jornalistas entram de borla.

Quando se é um participante de topo, podemos acabar no palco com líderes globais ou líderes de negócios a discutir os assuntos mais importantes. Há dezenas a decorrer esta semana aqui em Davos. Há também algumas reuniões secretas, que decorrem segundo as regras da Chatham House. O que acontece na sala fica na sala. É aqui que os líderes globais e os líderes de negócios têm discussões francas sobre os assuntos do momento e o que nos espera em 2020.

Também recebemos alguns brindes. No seguimento da mensagem da sustentabilidade, recebi uma mochila sustentável com um acessório que nos impede de cair de cara na neve, o que nunca é bom acontecer".