Última hora
This content is not available in your region

Ursula von der Leyen apela a desenvolvimento sustentável em Davos

euronews_icons_loading
Ursula von der Leyen apela a desenvolvimento sustentável em Davos
Direitos de autor  Markus Schreiber/AP   -   Markus Schreiber
Tamanho do texto Aa Aa

Pela primeira vez na história de Davos, é o ambiente o que mais preocupa os líderes mundiais. Assim o diz o relatório de risco de 2020 do Fórum Económico, depois de os mais de 750 participantes terem sido questionados sobre as maiores ameaças para a economia na próxima década.

O tema é música para os ouvidos da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, que apelou a um mundo mais sustentável, através de uma reconciliação da economia com o planeta, só possível com diálogo.

E tudo pode começar em Davos, porque para a promotora do Pacto Verde Europeu, "Davos é o lugar onde os líderes que de outra forma não se falariam entram em debate, onde os conflitos são evitados, os negócios começam e as contendas terminam".

Organização e ativistas ambientais parecem estar em sintonia. A emergência climática é o tema de 2020 em Davos. Resta saber se o mundo empresarial está pronto para responder à chamada verde.

De acordo com o analista económica Guy Shone, "uma das coisas que está a frustrar os ativistas é o que está a acontecer agora. Por isso, esta semana, vamos ouvir Greta Thunberg e outros ativistas. O que eles querem saber é quanto se vai investir na exploração de combustíveis fósseis. Questões que podem ser definidas agora em vez de adiadas para planos futuros".

Mas no mesmo palco onde vai estar Greta Thunberg, também irá passar Donald Trump. Dois polos de uma questão que se cruzam em Davos, um meio caminho de onde se esperam debate, mas ainda não se sabe se haverá respostas. para um desenvolvimento mais sustentável.