Última hora
This content is not available in your region

Fórum Económico Mundial faz do clima uma prioridade

euronews_icons_loading
Fórum Económico Mundial faz do clima uma prioridade
Direitos de autor
Walter Bieri/Keystone via AP
Tamanho do texto Aa Aa

Os protestos pelo ambiente estão a chegar a Davos. Nas vésperas do Fórum Económico Mundial (FEM), centenas de ativistas reuniram-se nos Alpes, para uma marcha de 40 quilómetros. Querem fazer saber que clima e economia andam de mãos dadas e defendem que são os interesses económicos que estão a pôr em risco o futuro do planeta.

Davos cada vez mais verde

Todos os anos, alguns dos mais importantes políticos e empresários reúnem-se em Davos, na Suíça, para refletir sobre o futuro da economia mundial.

Este ano não será exceção e o fórum económico rende-se ao tema que tem marcado a atualidade e promete vir a determinar a próxima década: a crise climática.

"É reconfortante que o presidente Trump venha por ser um encontro global. Vemos que evoluiu em questões globais. Por outro lado, é muito reconfortante ter a Greta de volta e todos os seus colegas, porque o ambiente vai desempenhar um papel particularmente importante durante esta fórum" afirma Klaus Schwab, fundador do FEM.

Passadas 50 edições, Davos está a mudar. Nas palavras do fundador, o fórum está a abandonar progressivamente os temas da "Quarta Revolução Industrial", centrados na tecnologia, para se centrar nos negócios responsáveis do ponto de vista ambiental.

O Fórum Económico Mundial começa esta terça-feira, 21 de janeiro, e vai realizar-se até 24 de janeiro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.