Última hora
This content is not available in your region

De lágrimas nos olhos, eurodeputados votam "sim" à saída do Reino Unido da UE

De lágrimas nos olhos, eurodeputados votam "sim" à saída do Reino Unido da UE
Direitos de autor  Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved   -   Virginia Mayo
Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento Europeu (PE) aprovou com maioria, esta quarta-feira, em Bruxelas, o Acordo de Saída do Reino Unido da União Europeia, a última etapa formal - não vinculativa - para a efetiva consumação do ‘Brexit’ de 31 de janeiro. Dos 751 representantes, 621 votaram a favor do documento, 49 votaram contra e 81 abstiveram-se.

Em apenas dois dias, o Reino Unido deixa de fazer parte, oficialmente, do bloco europeu.

O resultado era o esperado. Durante a tarde assistiu-se a vários momentos de despedida entre eurodeputados. Alguns usaram, durante o debate, lenços onde se podia ler "sempre unidos".

Os momentos emotivos prolongaram-se até ao final da votação, altura em que foram partilhados inúmeros abraços entre eurodeputados e "amigos britânicos", palavras usadas por David Sassoli, presidente do Parlamento Europeu durante o discurso pós votação, para descrever os eurodeputados que se despedem do Parlamento.

Este "sim" do parlamento acontece uma semana depois da Rainha Isabel II ter promulgado a lei que formaliza a saída do Reino Unido do bloco europeu.

O processo de 'divórcio' entre o Reino Unido e a União Europeia termina no dia 31 de janeiro às 23 horas, hora de Lisboa, 00h00 em Bruxelas.

É o fim de um capítulo na história da União Europeia, um capítulo que começou em junho de 2016 e que termina mais de três anos depois.