Última hora
This content is not available in your region

Suspeito do ataque em Londres esteve preso por "ameaças terroristas"

euronews_icons_loading
Suspeito do ataque em Londres esteve preso por "ameaças terroristas"
Direitos de autor
Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O homem abatido este domingo no sul de Londres saiu recentemente da prisão. O suspeito esteve a cumprir pena por ameaças terroristas. Segundo uma televisão britânica, o suspeito estaria sob vigilância policial aquando ocorreu o ataque.

O polícia britânica acredita que o suspeito possa ter ligações um grupo terrorista islâmico. O homem esfaqueou três pessoas, uma das quais está em estado grave.

O alerta foi dado por volta das duas da tarde, hora local, e confirmado nas redes sociais pelas autoridades britânicas.

Na última publicação feita pela Polícia Metropolitana de Londres pode ler-se que a incidente está a cargo da equipa antiterrorismo.

"A situação foi controlada e os oficiais do Comando Antiterrorismo estão a liderar uma investigação sobre o incidente. O incidente foi rapidamente declarado como um ato terrorista e acreditamos que esteja relacionado ao islamismo.", escrevem.

O suspeito terá entrado numa loja, na rua de Streatham, no sul da capital britânica, local onde começou o ataque. Já na rua, terá esfaqueado a terceira vítima.

Várias testemunhas descrevem à comunicação social uma perseguição entre a polícia e o atacante, momentos antes do disparo que acabou por tirar a vida ao suspeito.

As motivações do ataque ainda não são conhecidas mas o suspeito trazia ao peito um objeto que aparentava ser um explosivo. Mais tarde confirmou-se ser um dispositivo falso.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.