Última hora
This content is not available in your region

Discurso à nação de Viktor Orbán exalta última década do país

euronews_icons_loading
Discurso à nação de Viktor Orbán exalta última década do país
Direitos de autor  Zsolt Szigetvary/MTI via AP
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro húngaro discursou durante uma hora exaltando a última década do país, que considera ter sido a mais bem sucedida do último século. Não poupou elogios ao presidente dos EUA, Donald Trump, e ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

Orbán rematou dizendo que a Europa não é só Bruxelas.

Somos a Europa e não precisamos de responder às expectativas da elite cansada e desiludida de Bruxelas. Houve momentos em que acreditamos que a Europa era nosso futuro, mas agora sabemos que somos o futuro da Europa.
VIKTOR ORBÁN
Primeiro-ministro húngaro

Viktor Orbán disse que a Europa está sob ameaça das alterações climáticas, do declínio demográfico e dadesaceleração económica em simultâneo. Enquanto os EUA e a China assistem a um maior crescimento apostando mais em inovação e na defesa nacional e ultrapassando o bloco europeu.

"Com este programa 90% de toda a energia produzida na Hungria será proveniente de fontes neutras em carbono até 2030”, acrescentou Orbán.

O programa "verde" anunciado por Orbán prevê uma regulamentação mais rígida em termos ambientais para as empresas multinacionais e uma forte aposta na energia solar, nos próximos dez anos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.