Coronavírus paralisa Milão

Coronavírus paralisa Milão
Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Marta Brambilla, euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O bairro chinês de Milão está praticamente deserto, por causa dos receios causados pelo surto de coronavírus que está a afetar Itália. A correspondente da Euronews em Milão, Marta Brambilla, percorreu a zona e encontrou poucas pessoas nas ruas e quase todos os estabelecimentos comerciais fechados.

PUBLICIDADE

O bairro chinês de Milão está praticamente deserto, por causa dos receios causados pelo surto de coronavírus que está a afetar Itália. A correspondente da Euronews em Milão, Marta Brambilla, percorreu a zona e encontrou poucas pessoas nas ruas e quase todos os estabelecimentos comerciais fechados.

Desde sexta-feira, que os comboios da Trenord são alvo de medidas extraordinárias de limpeza quando param. Esta terça-feira, 150 viagens de comboio foram canceladas. A estação ferroviária de Milão tem agora muito menos passageiros do que o habitual e a maior parte destes usa máscara. 

Na universidade, os exames foram anulados. "Tinha um exame agendado para hoje, outro para amanhã e outro para depois de amanhã. Foram todos anulados e ainda não sabemos quais serão as novas datas. Ouvimos o presidente dizer que, para já, temos uma semana de impasse, mas podemos ter 14, 15 dias de impasse. Mas para já não sabemos", diz uma estudante universitária.

Os próximos jogos da Série A italiana e da Liga Europa vão ser disputados à porta fechada.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milaneses respeitam a quarentena

Mil italianos assinam manifesto para que Draghi seja presidente da Comissão Europeia

Itália prepara-se para negociar com Bruxelas termos da trajetória do ajuste fiscal