Última hora
This content is not available in your region

Kenneth Ize leva África a Paris em Semana de Moda

euronews_icons_loading
Kenneth Ize leva África a Paris em Semana de Moda
Tamanho do texto Aa Aa

Da Nigéria para Paris, houve toda uma viagem que Kenneth Ize quis contar na Semana de Moda.

A herança africana cravada no trabalho artesanal e técnicas de tecelagem é um património que gosta de preservar e aliar ao conhecimento das casas italianas e austríaca.

À capital francesa levou uma coleção também dirigida para mulheres. Uma estreia para o designer de origem nigeriana que, desde o sete anos, fez da Áustria casa.

"Produzimos tudo isto na Nigéria e enviamos para Itália. Fiz o tecido bordado na Áustria. E para mim isto é que é luxo. Já não se trata apenas de fazer roupas caras, mas sobretudo de fazer com que as pessoas que fazem essas roupas se sintam mais humanas. Isso é muito importante para mim", revela o criador.

A fechar o desfile, veio a bênção da madrinha, com Naomi Campbell a envergar um coordenado de Kenneth Ize.

Ize conta que a supermodelo o apoia desde o início. "Fez com que isto acontecesse e que chegasse ao nível em que está aqui, em Paris".

Entre o regresso às raízes e a fusão cultural, Ize começou por chamar à atenção do mundo da moda na Lagos Fashion Week. Meses mais tarde viria a ganhar o prémio de finalista do grupo da Louis Vuitton, LMVH, num passo que se revelou fulcral no percurso rumo às capitais da alta costura.