Última hora

Moda política em São Paulo

Moda política em São Paulo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

São Paulo está a fechar a Fashion Week, mas antes mostrou ao mundo como a política pode estar na moda, ou melhor, como a moda pode ser política.

As questões de género e orientação sexual marcaram o penúltimo dia de desfiles, esta quinta-feira, com o criador João Pimenta a inspirar-se no universo lésbico para enaltecer a luta contra o preconceito,

"Tenho tentado embutir dentro das minhas coleções uma mensagem política, porque a gente tem vivido aqui no Brasil uma situação política muito complicada, onde a arte, os nichos, os gays, as mulheres, os índios parecem não ter mais importância nenhuma. Estou focando a minha coleção em mulheres gays, não acreditando que elas precisem de uma moda específica, mas para ter um olhar sobre elas, para que elas tenham visibilidade", revelou o designer de moda.

No mesmo dia, também Glória Coelho trocou as voltas à identidade de género, Tendo por base a temática dos mundos fantásticos de dragões, deuses e seres mágicos, a criadora apresentou uma coleção de cortes ditos masculinos para mulheres que gostam de vestir o fato.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.