Última hora
This content is not available in your region

Joe Biden reforça vantagem nas primárias

euronews_icons_loading
Joe Biden reforça vantagem nas primárias
Direitos de autor  Matt Rourke/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Joe Biden venceu esta terça-feira as primárias democratas nos estados do Michigan, Missouri, Mississípi e Idaho e ganhou uma vantagem considerável sobre Bernie Sanders. O vencedor irá liderar o partido nas Presidenciais contra Donald Trump, em novembro.

Para Joe Biden, a sua morte política, tantas vezes anunciada, foi manifestamente exagerada:

"A nossa campanha é mais do que um regresso pessoal, é um regresso da alma desta nação. Estamos a subir e acredito que nos vamos sair muito bem. Não vamos dar nada por garantido, queremos ganhar em todos os estados."

A derrota desta terça-feira foi um duro golpe para as aspirações de Bernie Sanders, sobretudo a sofrida no estado do Michigan, onde em 2016 tinha levado a melhor sobre Hillary Clinton.

As atenções estão agora voltadas para a próxima terça-feira, dia em que quatro estados irão às urnas, com destaque para o Ohio e a Florida. Apesar da importância do escrutínio, quer Bernie Sanders, quer Joe Biden têm vindo a cancelar as ações de campanha devido à ameaça do coronavírus.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.