EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

França prepara eleições municipais com coronavírus

França prepara eleições municipais com coronavírus
Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autarquias com medidas restritivas por causa do Covid-19

PUBLICIDADE

A braços com a crise do novo coronavírus, a França realiza eleições municipais nos dias 15 e 22 de março.

Com 35 mil câmaras municipais, multiplicam-se os preparativos, como, por exemplo, em Sainte-Foy-lès-Lyons, uma pequena localidade com 22.000 habitantes.

O Primeiro-Ministro fez recomendações a todas as autarquias de França, por isso vamos a uma mesa de voto para saber como é que as coisas vão funcionar no domingo.

Faltam dois dias para que esta mesa de voto dê as boas-vindas aos eleitores. Sinais, marcações no chão e as instruções estarão logo à entrada.

"Quando o eleitor chegar à mesa de voto, verá a indicação de um lavabo para lavar as mãos antes de fazer qualquer coisa durante esta votação", conta a vice-presidente da Câmara Municipal de Sainte-Foy-lès-Lyon, Pascale Bazaille.

Os géis hidroalcoólicos serão colocados na entrada para uma lavagem obrigatória das mãos. O Governo, recomendou a marcação no chão para manter uma distância mínima de "um metro" entre os eleitores e para manter as cortinas das cabines de votação abertas sempre que possível.

Regras severas que devem ser aplicadas até à votação.

As canetas serão lavadas após cada utilização, mas cada eleitor pode trazer a sua. Os funcionários das mesas de voto têm, ainda, de garantir que o número de pessoas dentro do recinto será sempre inferior ao milhar.

Têm surgido vozes a defender o adiamento do escrutínio, uma opinião que não encontra apoio nas ruas de Sainte-Foy-lès-Lyons, como confirmam duas eleitoras.

"É nosso dever votar, por isso vamos votar. Se não estivéssemos em pânico as coisas poderiam decorrer normalmente, além de que tomaram-se precauções"

"Vamos com as nossas canetas, os boletins de voto e vamos manter uma distância mínima de 1 metro entre nós".

O Covid-19 é, assim, mais uma ameaça à participação dos franceses nas eleições municipais. Em 2014 a abstenção foi de 36%...

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Campos Elísios transformam-se numa enorme mesa de piquenique

Três feridos em ataque à faca no metro de Lyon

Macron desloca-se à Nova Caledónia para tentar pôr termo à violência no arquipélago