União Europeia cerra fileiras na "guerra" contra a Covid-19

Unidade Militar de Emergência (UME) conta com mais de 1100 efetivos em Espanha
Unidade Militar de Emergência (UME) conta com mais de 1100 efetivos em Espanha Direitos de autor AP Photo/Carlos Gil
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No balanço global, números de pessoas recuperadas continua a ser muito superior às mortes de infetados pelo #Covid19, mas novo #coronavírus continua forte

PUBLICIDADE

A União Europeia cerra fileiras na "guerra" anunciada em França contra a Covid-19.

Os estados de emergência sucedem-se pelos países mais afetados pela pandemia entre os "27" e Portugal pode juntar-se à lista esta quarta-feira depois de já ter também implementado a quarentena a nível nacional, ter suspendido voos para os países mais afeitados e ter reinstalado o controlo das fronteiras terrestres com Espanha

As pessoas estão proibidas de circular e de viajar se tal não for essencial.

Em França, a quarentena é flexível e permite sair de casa em algumas exceções como, por exemplo, por motivos profissionais ou para um simples exercício físico porque o governo considera importante que os cidadãos se mantenham saudáveis.

Mas quem tem de se deslocar para o local de trabalho tem de ter uma declaração oficial a justificar essa deslocação ou mesmo se apenas tiver saído de casa para se exercitar. Em qualquer dos casos, os contactos sociais a curta distância estão proibidos e podem ser punidos

Nos supermercados, em diversos países europeus, o pânico inicial levou ao açambarcamento de alguns bens essenciais.

O papel higiénico, por exemplo, ameaça tornar-se no "ouro" destes tempos de "guerra" contra o novo coronavírus.

As máscaras sanitárias, essenciais para quem padece de problemas respiratórios que se podem agravar com a Covid-19, também desapareceram das prateleiras das farmácias e há inclusive quem esteja a aproveitar em Itália para as revender no mercado negro a um preço seis vezes mais alto que o normal.

No balanço global deste surto de Covid-19, há registo de mais de 190 mil casos de infeção em todo mundo, pelo menos 7.500 mortes e mais de 80 mil pessoas recuperadas da infeção pelo novo coronavírus.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Como garantir uma recuperação sustentável na UE?

Mais 3.000 novos casos de Covid-19 em apenas 24 horas

Coronavírus começa a ser travado em Lodi