Última hora
This content is not available in your region

Irão liberta cientista francês Roland Marchal

euronews_icons_loading
Irão liberta cientista francês Roland Marchal
Direitos de autor  THOMAS SAMSON/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Detido em junho de 2019 juntamente com a parceira Fariba Adelkhah por acusações de "conspiração contra a segurança nacional", o cientista francês Roland Marchal - investigador no Centro de Pesquisa Internacional de Paris - foi libertado pelas autoridades iranianas.

Em troca, França libertou também o engenheiro iraniano Jallal Rohollahnejad. Estava detido há mais de um ano e corria o risco de ser extraditado para os EUA.

Rohollahnejad tinha sido condenado por contornar as sanções norte-americanas contra o Irão.

O presidente francês apelou às autoridades iranianas para libertarem Fariba Adelkhah. O estado de saúde frágil, agravado por uma greve fome, faz temer o pior cenário perante o impacto do surto do novo coronavírus no Irão.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.