Última hora
This content is not available in your region

Balcãs continuam luta contra a COVID-19

euronews_icons_loading
Balcãs continuam luta contra a COVID-19
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A Roménia viu aumentar, em cerca de um terço, o número de casos da Covid-19, em apenas um dia. Foram registadas quase 150 novas infeções, elevando o número total de casos ativos confirmado para perto de 500. Há sete mortos e mais de 70 pessoas já recuperaram.

Bulgária

Na Bulgária, o Presidente impôs um veto parcial ao projeto de lei sobre o estado de emergência, aprovado pelo parlamento na sexta-feira.

O chefe de Estado mostrava preocupações sobre o seu impacto na economia e na liberdade de expressão. Rumen Radev esclarecia que a lei "ataca os últimos resquícios da liberdade de expressão". Acrescentando, que não existe uma definição do que são notícias falsas. Por outro lado, os búlgaros estavam ameaçados com duras multas e possíveis penas de prisão. O executivo já concordou fazer alterações ao documento.

Montenegro

Na segunda-feira, o Montenegro anunciou a primeira morte ligada à COVID-19, um homem de 65 anos que tinha um doença pulmonar.

Macedónia do Norte

Na Macedónia do Norte, 18 pessoas que desafiaram o recolher obrigatório foram detidas. No país há duas vítimas mortais. E há mais de 130 casos confirmados e ativos de infeção.

Kosovo

Também o Kosovo comunicou a primeira morte. As autoridades impuseram o recolher obrigatório a nível nacional.

Albânia

Na Albânia, o exército foi chamado a impor o bloqueio. O governo autorizou as forças de segurança a usar gás lacrimogéneo e canhões de água para tirar as pessoas das ruas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.