Última hora
This content is not available in your region

Empresas mudam linhas de produção para produzir equipamento médico

euronews_icons_loading
Empresas mudam linhas de produção para produzir equipamento médico
Direitos de autor  Claudio Furlan/LaPresse/LaPresse
Tamanho do texto Aa Aa

Os sistemas de saúde enfrentam uma escassez de recursos fundamentais. Algumas empresas reagiram mudando as linhas de produção, para ajudar a responder à procura. Uma fábrica de móveis da Polónia conseguiu um tecido especial e começou a produzir máscaras protetoras.

As máscaras atendem aos padrões da UE e estão a ser enviadas para hospitais e outras instituições polocas. Algo que grandes grupos de moda também estão a fazer, como a Inditex de Espanha ou a Louis Vuitton, em França.

Em Itália, estão a ser utilizadas válvulas impressas em 3D, para ajudar os pacientes a respirar. E uma startup de Brescia, que normalmente fabrica sensores de sismos ou peças para bicicletas, faz agora componentes fundamentais para ventiladores. O protótipo foi patenteado, mas o design é gratuito para que outros possam imprimir as peças.

Uma destilaria na Escócia parou de fabricar um premiado gin e começou a produzir desinfetante para as mãos.

O gin é feito com um tipo álcool que compramos bastante, mas também fabricamos uma certa quantidade - é a verdadeira chave para fazer o desinfetante também.
Andrew Mackenzie
Dono Verdant Spirits

O custo de produção de 100 litros do desinfetante é de, aproximadamente, 2500 euros - mas, através de uma campanha de crowdfunding, o produto foi distribuído a profissionais de saúde locais - gratuitamente.