EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Pandemia obriga à construção de novos hospitais e morgues

Pandemia obriga à construção de novos hospitais e morgues
Direitos de autor Chris Ehrmann/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Chris Ehrmann/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A pandemia do coronavírus tem obrigado à construção de novos hospitais e ao improviso de morgues nos países mais afetados como Itália, Espanha e EUA.

PUBLICIDADE

O coronavírus tem obrigado à adaptação de espaços ou construção de morgues e hospitais. No estado norte-americano do Conneticut, a força aérea construiu um hospital de campanha, como extensão da clínica de Newington, para pacientes com COVD-19.

Em Bérgamo, na Itália, prosseguem em ritmo acelerado os trabalhos de construção de um novo hospital. A obra, que tem contado com a ajuda de voluntários, deverá estar concluída na quarta-feira. São 14 quartos equipados para cuidados intensivos, num total de 142 camas. Nesta unidade vai trabalhar um contingente de médicos e enfermeiros vindos da Rússia.

Na Roménia, o hospital municipal de Suceava reabriu após desinfeção, devido ao elevado número de casos de infeção por coronavírus, particularmente entre médicos, enfermeiros e auxiliares. A Roménia conta cerca de 1500 infetados e 30 mortos.

Em Espanha, face ao dramático aumento do número de vítimas, Madrid decidiu abrir uma segunda morgue improvisada na Cidade da Justiça de Valdebebas, uma obra iniciada em 2005 e nunca concluída. Esta estrutura vai servir de apoio à morgue improvisada já em funcionamento no ringue do Palácio do Gelo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Secas, desertificação, ondas de calor: a crise climática atinge duramente a Sicília

Onda de calor no sul da Europa e Balcãs continua nos próximos dias

Gibraltar apresenta queixa à UEFA por causa dos cânticos de Espanha após a vitória no Euro