Última hora
This content is not available in your region

Quarentena: uma tarde no sofá e uma noite no museu

euronews_icons_loading
Quarentena: uma tarde no sofá e uma noite no museu
Direitos de autor  Francois Mori/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A voz das artes está mais silenciosa, abafada pelo barulho de um medo invisível. Os Museus, galerias, teatros e salas de concerto fecharam a porta, mas abriram uma nova corrente - também invisível - que liga a cultura à sua sala de estar e dá uma nova vida à cultura de ficar em casa.

O acesso facilitado à cultura continua a ser absolutamente fundamental. Temos os meios para que nos possamos envolver na história, nas culturas do passado, nas culturas do presente. O Museu Britânico é um reflexo de como as pessoas enfrentaram grandes desafios nos últimos dois milhões de anos, desafios em termos de saúde e outros e conseguiram ultrapassar tudo.
Hartwig Fischer
Diretor do Museu Britânico

"Passeios de sofá" é uma iniciativa onde a cultura entra em direto na sala de estar... Uma ideia original de um museu de Estocolmo.

Esta foi a minha primeira visita guiada on-line. Creio que nunca tive tantas pessoas a fazer perguntas, há muitas perguntas a chegar. As pessoas são muito gratas por ter aparecido algo novo para quebrar a monotonia da quarentena.
Ulf Eriksson
Curador Museu de Arte Moderna - Estocolmo

Várias outras instituições estão seguir o exemplo. Aumentam a oferta online e oferecem cultura. Cultura humana, de um povo, de um país, ou de um local. Numa altura de pensar na humanidade, os museus oferecem cultura geral.