EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Baleias junto à costa mediterrânica francesa

Baleias junto à costa mediterrânica francesa
Direitos de autor LUSA
Direitos de autor LUSA
De  Rodrigo Barbosa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma visão inédita, possível devido à redução do tráfego marítimo motivada pela pandemia de coronavírus

PUBLICIDADE

Um dos efeitos das restrições de movimento associadas à pandemia de coronavírus tem sido a reconquista dos espaços naturais por parte dos animais.

Junto ao Parque Nacional das Calanques, na costa sudeste de França, foram avistadas duas baleias-comuns, segundo maior animal do planeta, depois da baleia-azul.

Algo inédito tão perto da costa, segundo o presidente do parque, Didier Réault.

A ausência de atividade humana significa que as baleias estão mais serenas e mais confiantes para redescobrir esta área de jogo que abandonaram nomeadamente devido ao tráfego marítimo. É por isso que normalmente as vemos muito mais longe no mar, do que perto da costa. Mas como agora não há atividade, têm podido redescobrir esta área.
Didier Réault
presidente do Parque Nacional das Calanques

Uma baleia-comum adulta pode pesar 70 toneladas e medir mais de 20 metros de comprimento.

Os dois especímenes em questão foram filmados por uma equipa da patrulha marítima francesa.

Outras fontes • Gomet'

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Equipas continuam a tentar salvar baleias na Tasmânia

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Rishi Sunak pede desculpa aos familiares das vítimas da Covid-19