Última hora
This content is not available in your region

Mais de um terço da tripulação do porta-aviões Charles de Gaulle contaminada com COVID-19

euronews_icons_loading
Mais de um terço da tripulação do porta-aviões Charles de Gaulle contaminada com COVID-19
Direitos de autor  Daniel Cole/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O porta-aviões francês Charles de Gaulle não escapou à pandemia: 1.767 membros da tripulação submeteram-se ao teste do novo coronavírus e 668 estão infetados.

O porta-aviões foi obrigado a interromper uma missão de três meses no Mediterrâneo, no Atlântico e no Mar do Norte devido ao surto.

Depois de um regresso antecipado à base, no porto de Toulon, a tripulação do Charles de Gaulle foi colocada em quarentena e as instalações desinfetadas.

A situação sanitária agravou-se depois da realização de novos testes. Segundo as autoridades francesas, entre os infetados - 31 pessoas estão no hospital e uma está internada nos cuidados intensivos. No entanto, ainda não são conhecidos os resultados de cerca de 30% dos testes realizados.