EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Igreja Ortodoxa assinala cerimónia do Fogo Sagrado entre medidas de segurança

Igreja Ortodoxa assinala cerimónia do Fogo Sagrado entre medidas de segurança
Direitos de autor Ariel Schalit/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Ariel Schalit/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A pandemia de Covid-19 levou a que apenas um grupo restrito de líderes religiosos participou da cerimónia

PUBLICIDADE

Todos os anos, no dia anterior ao domingo de Páscoa da Igreja Ortodoxa tem lugar a cerimónia do "Fogo Sagrado" que assinala um milagre na igreja do Santo Sepulcro, na Cidade Velha de Jerusalém.

Segundo a tradição, foi aqui que Jesus Cristo foi crucificado, sepultado e, mais tarde, ressuscitou.

Este ano contudo, a pandemia de Covid-90 perturbou a tradição e as habituais multidões de peregrinos foram substituídas por um grupo restrito de líderes da Igreja Ortodoxa.

"Receber o Fogo Sagrado é sempre para nós um motivo de felicidade. Este Fogo Sagrado representa uma mensagem de esperança de todos nós em Belém para todo o mundo. Enviamos esta esperança e o Fogo Sagrado para todo o mundo neste momento de crise global", afirmou Maher Kanawati, residente em Belém e membro da Igreja Ortodoxa.

Este ritual tem pelo menos 1200 anos e celebra a crença de que o fogo se acende de forma espontânea todos os anos no túmulo de Jesus em Jerusalém.

É a partir daqui que a chama sagrada segue para Belém e daí para outros países de maioria ortodoxa como a Grécia, a Rússia e a Roménia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cristãos ortodoxos celebram o Natal

Cristãos acendem velas com fogo sagrado

Celebração do Fogo Sagrado