Última hora
This content is not available in your region

Cristãos ortodoxos celebram o Natal

Access to the comments Comentários
De  Galina Polonskaya
euronews_icons_loading
Cristãos ortodoxos celebram o Natal
Direitos de autor  Alexander Zemlianichenko/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os crentes ortodoxos russos celebraram o primeiro Natal desde o início da pandemia quase como de costume. Os cultos noturnos aconteceram em igrejas e catedrais por todo o país.

Vladimir Vigilyansky, reitor da Igreja da Santa Mártir Tatiana, conta que as autoridades que controlam a situação da Covid-19 perceberam que a igreja não é uma "zona vermelha" e que “tudo é mais respeitado do que nos transportes públicos ou nas lojas”. “A distância social é respeitada e as pessoas estão a usar mascaras”, afirmou.

Os crentes não faltaram à cerimónia numa pequena capela, a poucos passos do Kremlin. Marcas no chão garantiram uma distância segura. Um dos fiéis disse que a ameaça de ser infetado não é maior do que em qualquer loja e que ainda se lembra da Páscoa, quando as igrejas estavam realmente fechadas.

Sem mascara, Vladimir Putin assistiu a uma missa numa pequena igreja na Região de Novgorod, no norte do país.

O líder da Igreja Ortodoxa Russa pediu aos fiéis para respeitarem todas as precauções sanitárias e comparou aqueles que não acreditam na covid-19 com aqueles que não acreditam em Deus.

A Rússia já ultrapassou as 60 mil mortes relacionadas com a Covid-19.