Última hora
This content is not available in your region

Jovens suecos lutam contra o aumento dos infetados no país

euronews_icons_loading
Jovens suecos lutam contra o aumento dos infetados no país
Direitos de autor  AFP
Tamanho do texto Aa Aa

A Suécia foi a exceção na Europa ao optar por não impor à população o confinamento obrigatório devido à pandemia de Covid-19.

No entanto, confrontada com números crescentes de infeções, em particular entre as várias comunidades de estrangeiros residentes no país, grupos de jovens estão agora a espalhar informações em várias línguas.

O bairro de Jakobsberg em Estocolmo foi um dos locais escolhidos para esta iniciativa.

"Existem áreas aqui em Jakobsberg que são vulneráveis e onde as notícias e informações não chegam. A tarefa destes embaixadores juvenis é chegar a estas pessoas para disseminar informações necessárias", adianta Warda Abdalla, uma jovem embaixatriz envolvida nesta iniciativa.

Para Mustafa Jasem, outro jovem participante, trata-se de "chegar a todos com folhetos em várias línguas, principalmente a todos quantos não compreendem as notícias em sueco."

Os folhetos são distribuídos em russo, finlandês, sueco, árabe entre outras línguas, acrescenta o jovem.

Esta semana, a agência sueca de Saúde Pública anunciou que residentes de origem somali encontram-se entre os grupos mais afetados pela pandemia de Covid-19.