Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Europa ensaia regresso à normalidade

Covid-19: Europa ensaia regresso à normalidade
Direitos de autor  Michael Probst/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Na Alemanha são cada vez mais os estados que estão a tornar obrigatório o uso de máscaras em lojas ou transportes públicos para deter o avanço da Covid-19.

Berlim anunciou a adoção de medidas idênticas esta terça-feira, numa altura em que a produção de material protetor disparou.

O chefe da diplomacia alemã alertou, por outro lado, que ainda não é possível dizer quando é que as restrições às viagens na Europa serão levantadas.

"Em todos os países, a nossa principal responsabilidade é conter a propagação do vírus. Estamos a trabalhar para isso bem como para reduzir, ou se possível prevenir, o contacto físico. As restrições à liberdade de movimento irão manter-se. Não vale a pena haver ilusões em relação a isso", sublinhou Heiko Maas.

Em linha com vários países que começam a tentar regressar à vida pré-vírus, no Reino Unido o Parlamento britânico retomou as atividades legislativas, com sessões remotas inéditas. Na Câmara dos Comuns não podem estar mais de 50 deputados fisicamente presentes.

Todo o cuidado é pouco até porque há mais 828 novas mortes a lamentar.

Em França, o número de mortos também voltou a subir e já supera os 20800 no total.

Se por um lado o confinamento da população é regra, por outro expôs ainda mais a beleza natural de várias regiões. O azul do mar das praias do norte do país converteu-as num paraíso para muitos dos que se encontram em casa.

O turismo na capital também vive dias difíceis e tudo aponta para que assim continue no curto prazo. Um cenário desolador que as dançarinas do Moulin Rouge fazem, por momentos, esquecer através de divertidos vídeos de rotinas de treino disponibilizados online.