Última hora
This content is not available in your region

Itália e Portugal festejam a liberdade à janela

euronews_icons_loading
Itália e Portugal festejam a liberdade à janela
Direitos de autor  Andrew Medichini/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

25 de abril, sempre. Mesmo em tempo de pandemia. Se em Portugal se celebra o dia da Liberdade, em Itália comemora-se o dia da Libertação. A data assinala a queda do regime fascista e o fim da ocupação nazi. Sozinho, o presidente Sergio Mattarella depositou uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido.

Apesar de tudo, o confinamento não impediu os italianos de se juntarem à celebração. Cantaram à janela, à semelhança do que aconteceu em Portugal, mas as semelhanças ficaram por aí.

A cerimónia oficial portuguesa foi mais concorrida que a italiana. Marcelo Rebelo de Sousa saudou a iniciativa e lembrou que a classe política não esqueceu os sacrifícios da população durante o confinamento.

O Presidente da República português foi mesmo mais longe e afirmou que seria um "absurdo cívico" não assinalar a data na casa da democracia portuguesa. Durante a cerimónia foram lembradas também as vítimas da covid-19, homenageadas com um minuto de silêncio.