Última hora
This content is not available in your region

Seca extrema preocupa Polónia e Lituânia

euronews_icons_loading
Seca extrema preocupa Polónia e Lituânia
Direitos de autor  PLTVP
Tamanho do texto Aa Aa

A Polónia enfrenta uma grave seca que de acordo com o Instituto de Meteorologia polaco, pode muito bem ser a pior nos últimos cem anos. O governo já legislou no sentido de ser feita uma utilização racional da água e colocou de lado mais de trinta milhões de euros para lidar com as consequências da seca.

Na vizinha Lituânia, o cenário é idêntico. O principal rio do país chega a ter um caudal dois metros abaixo do habitual e os agricultores temem mais um ano negro. É o caso de Linas Sateika, que se queixa que "as sementes estão em terra quase seca. Não há previsões de chuva para o próximo mês e se não as regarmos, talvez só venham a rebentar em junho. Isto significa que uma parte considerável da colheita será perdida."

Nada de novo no país báltico, nos últimos dois anos o governo lituano já foi obrigado a decretar urgência nacional devido à seca extrema.