Última hora
This content is not available in your region

EUA garantem que coronavírus veio de laboratório chinês

euronews_icons_loading
Mike Pompeo
Mike Pompeo   -   Direitos de autor  Andrew Harnik/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos voltam à carga e garantem que "há provas muito significativas" de que o novo coronavírus teve origem num laboratório de Wuhan, a cidade chinesa onde a propagação teve início.

O secretário de Estado americano veio declarar isto mesmo, tendo como base as últimas informações apuradas pelos serviços secretos mandatados por Washington. Mike Pompeo salienta que "o Partido Comunista Chinês continua a recusar o acesso aos especialistas ocidentais, para que estes possam investigar o que aconteceu. Há uma recusa em cooperar com os especialistas mundiais em saúde pública".

O número de vítimas mortais do novo coronavírus nos Estados Unidos já ultrapassou as 66 mil. Registam-se mais de 24 mil mortos só no Estado de Nova Iorque, onde há cerca de 10 mil infetados com Covid-19 em internamento hospitalar.

Num fim de semana de calor, as autoridades locais foram massivamente mobilizadas para tentar dissuadir comportamentos de risco. Num só dia foram multadas mais de meia centena de pessoas.