Última hora
This content is not available in your region

Tribunal obriga Bolsonaro a entregar testes efetuados à covid-19

Jair Bolsonaro, presidente do Brasil
Jair Bolsonaro, presidente do Brasil   -   Direitos de autor  EVARISTO SA/AFP or licensors
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, deverá mesmo ter de entregar os testes de diagnóstico para a covid-19 efetuados, segundo a decisão de um tribunal brasileiro de segunda instância.

O juiz André Nabarrete, do Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF-3), determinou que Bolsonaro cumpra a decisão proferida em primeira instância e apresente os resultados dos testes ao novo coronavírus a que foi submetido na noite de quarta-feira.

No passado dia 30, a juíza Ana Lúcia Petri Betto decidiu favoravelmente uma solicitação do jornal brasileiro O Estado de S.Paulo (Estadão) para ter acesso à cópia dos exames de Bolsonaro.

A juíza estabeleceu o prazo de 48 horas para o Governo fornecer o relatório de todos os exames realizados pelo Presidente, mas o Governo brasileiro recorreu.

No seu pedido, o Estadão alegou que a recusa de Bolsonaro em apresentar o resultado dos exames configurava "cerceamento à população do acesso à informação de interesse público".

Jair Bolsonaro realizou o teste pelo menos duas vezes no mês de março e afirmou que ambos os resultados foram negativos, embora nunca tenha mostrado fotos nem cópias ou os originais dos exames.

Até quarta-feira, o Brasil registou oficialmente 125.218 casos confirmados de covid-19 e 8.536 mortes provocadas pela doença.