Última hora
This content is not available in your region

Conheça as regras para compras em tempos de pandemia

euronews_icons_loading
Conheça as regras para compras em tempos de pandemia
Direitos de autor  Emilio Morenatti/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Um pouco por toda a Europa, o comércio não essencial volta a reabrir portas, com muitas cautelas e novas regras, dois meses depois de declarada a pandemia de Covid-19. Com grande parte dos estabelecimentos abertos há uma semana, em Portugal, esplanadas, restaurantes, bares e cafés vão poder voltar a receber clientes a partir de 18 de maio, mas esta segunda-feira marcou uma nova fase para o comércio em vários países europeus.

**Um cliente por cada 10m2 de loja na Bélgica

**

D. R.
Fila à porta de uma loja de roupa em BruxelasD. R.

A nova normalidade expressa-se nas filas das lojas de comércio não essencial que esta segunda-feira reabriram na Bélgica. As compras têm regras apertadas: Só os menores ou pessoas com necessidades especiais podem entrar acompanhados. Todos têm de usar máscara e só podem estar na loja meia hora. À porta, o distanciamento de um metro e meio é assinalado com marcas de tinta no chão.

Reconhecendo que esta nova realidade é "um príncipio", uma cliente diz que não é possível ter "a descontração de antigamente". Estão muito presentes as "obrigações de desinfetar as mãos e ter cuidado no que se toca".

Regresso à passadeira de corrida

Depois de dois meses encerrados, na Suíça, os ginásios reabriram ao público. Há um limite de lotação mais apertado e algumas máquinas são bloqueadas para permitir o cumprimento das regras de distanciamento social.

A partir desta segunda-feira, também os alemães podem voltar ao ginásio. Tal como as escolas, restaurantes e museus, os estabelecimentos para a prática desportiva reabriram portas na Alemanha.

Medidas que chegaram a ser postas em causa este domingo, porque a taxa de novas infeções voltou a subir. Para já, o governo de Berlim reforça a comunicação das medidas-barreira e mantém o plano de desconfinamento.

Um plano que para a população checa significa visitar museus ou ir às compras, mas sem poder jantar fora. Os restaurantes permanecem encerrados, mas as grandes lojas e os Centros comerciais reabriram.

Primeiro brinde em público em dois meses

Na maioria das cidades espanholas, até as esplanadas voltaram a ter gente. Madrid e Barcelona mantém-se com regras de confinamento apertadas, mas noutras cidades já é possível beber uma cerveja em público com amigos.

A Croácia entrou já na terceira fase de desconfinamento. Os aeroportos reabriram e parte das crianças voltaram à escola. A maioria dos alunos continua no entanto em regime de ensino à distância.