Última hora
This content is not available in your region

Processo de paz em risco no Afeganistão

euronews_icons_loading
Afghanistan
Afghanistan   -   Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

O Afeganistão viveu uma terça-feira sangrenta depois de três ataques em vários pontos do país terem provocado várias dezenas de mortos.

O ataque mais mortífero leve lugar na província de Nangarhar, onde um atacante se fez explodir durante o funeral de um comandante de polícia local, provocando mais de duas dezenas de mortos e cerca de 70 feridos. Este ataque foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Em Cabul, três homens armados entraram numa maternidade dirigida pelos Médicos Sem Fronteiras, disparando indiscriminadamente e provocado pelo menos 16 mortes, incluindo enfermeiras, parturientes e recém-nascidos.

Finalmente, um ataque à bomba num mercado da província de Khost provocou um morto e dez feridos.

Horas depois dos ataques, o presidente Ashraf Ghani dirigiu-se à população através de um discurso televisivo onde ordenou às forças de segurança do país para passar à ofensiva e dar início às operações contra o inimigo.

Pouco mais de dois meses depois da assinatura do acordo entre os talibãs e os Estados Unidos, a escalada de violência no país pode colocar em causa o processo de paz.