Última hora
This content is not available in your region

Bebés bloqueados em hotel de Kiev

euronews_icons_loading
Bebés bloqueados em hotel de Kiev
Direitos de autor  Efrem Lukatsky/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Cinquenta e um bebés estão bloqueados num hotel de Kiev, capital da Ucrânia, sem poderem ser recuperados pelos pais em consequência das medidas de confinamento contra o coronavírus.

Os bebés nasceram de mães ucranianas, contratadas como "barrigas de aluguer" por pais adotivos vindos dos quatro cantos do mundo.

Estas crianças que aqui estão representam todas um problema, porque não podem ser reunidas com os pais, provenientes da China, França, Espanha, Itália, Estados Unidos e Bulgária. Estão todos na mesma situação, pelo facto das fronteiras estarem fechadas.
Lyudmyla Denisova
Comissária para os Direitos Humanos na Ucrânia

A prática das "barrigas de aluguer" é comum na Ucrânia, com várias clínicas especializadas no país, que contam com uma clientela essencialmente internacional.

Em todo o país, há neste momento cerca de uma centena de recém-nascidos na mesma situação, mas as autoridades temem que uma extensão nas restrições fronteiriças afete milhares de bebés.