Última hora
This content is not available in your region

Índia prolonga confinamento até 31 de maio

euronews_icons_loading
Índia prolonga confinamento até 31 de maio
Direitos de autor  R S Iyer/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Com quase 90 mil pessoas infetadas com o novo coronavírus (ainda que haja dados não oficiais que apontem já para mais de 95 mil), desde o início da propagação na Índia e quase três mil mortos, de acordo com dados oficiais, o país prolonga o período de confinamento, que vai na quarta fase, por mais duas semanas, ou seja, até 31 de maio.

O bloqueio dura desde finais de março, no segundo país mais populoso do planeta que vive uma profunda crise sanitária e de Saúde quando só se espera que o pico da pandemia seja atingido entre junho e julho.

As viagens aéreas, domésticas ou internacionais, de passageiros, exceto com fins médicos ou de segurança, e em termos internos, estão proibidas. Metro e comboio estão, praticamente, suspensos, as instituições de ensino, desportivas, hotéis, restaurantes, exceto para venda ao domicílio, centros comerciais, e outros serviços, incluindo os de entretenimento, também permanecerão fechados. Apenas os complexos desportivos ao ar livre, incluindo os estádios, mas sem público, e os serviços do Estado, incluindo os de Saúde e os autocarros entre regiões, podem continuam a operar.