EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Evacuações na Índia e no Bangladesh

Evacuações na Índia e no Bangladesh
Direitos de autor Bikas Das/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Direitos de autor Bikas Das/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Nara Madeira com AFP, AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Índia e Bangladesh preparam-se para passagem de um forte ciclone que pode ser o mais devastador em uma década.

PUBLICIDADE

No meio de uma crise pandémica sem precedentes a Índia, mas também o Bangladesh, viram-se obrigados a retirar milhões de pessoas das áreas costeiras enquanto se aproxima, da Baía de Bengala, um poderoso ciclone.

O Amphan, como é designado, trará ventos e chuvas fortes, há a probabilidade de ocorrência de maremotos e inundações em cidades como Calcutá.

Trata-se de uma das maiores tempestades, em uma década, alertam os meteorologistas. Espera-se que atinja a costa com ventos de até 185 km / h, o equivalente a um furacão de categoria cinco, o nível mais elevado na escala.

A pandemia da Covid-19 está a dificultar o trabalho das autoridades de ambos os países. Máscaras e outros equipamentos de proteção foram distribuídos entre as pessoas obrigadas a abandonar as suas casas.

A Índia contabiliza, oficialmente, mais de 3000 mortos num espectro de mais de 106 000 infetados, desde o início da propagação do vírus no país.

A situação no Bagladesh é menos grave, menos de 400 mortos entre as mais de 25 000 pessoas que foram infetadas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Índia prolonga confinamento até 31 de maio

Índia anuncia nova fase de alerta e China quer testar 11 milhões

Covid-19: Índia e África do Sul impõem quarentena nacional