Morreu Christo um artista plástico em grande escala

Access to the comments Comentários
De  Patricia Tavares
Morreu Christo um artista plástico em grande escala
Direitos de autor  AFP

Morreu Christo, um artista plástico em grande escala. Costuma embrulhar edifícios e oferecia-os para o mundo ver.

Monumentos de todo o mundo embrulhados em tecido eram um presente para os olhos e para as sensibilidades artísticas. Em 1984, embrulhou a Pont-Neuf, em Paris com um tecido brilhante que espelhava o brilho da cidade luz.

Desde os anos 60 que o artista búlgaro a viver em Nova Iorque se tornou um nome incontornável do mundo artístico, juntamente com a mulher, Jeanne-Claude. Faziam uma dupla vanguardista que empurrava os limites da arte, com projetos que costumavam demorar mais de 10 anos a sair do papel.

Christo morreu no domingo, aos 84 anos, e criou instalações impressionantes que ficam para sempre "embrulhadas" na história da arte contemporânea.