Última hora
This content is not available in your region

UE abre caminho a viagens sem fronteiras internas

euronews_icons_loading
UE abre caminho a viagens sem fronteiras internas
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A livre circulação de pessoas no espaço Schengen deve ser retomada até ao final do mês. É pelo menos esta a convicção da Comissão Europeia declarada no final da reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos 27.

Os chefes da diplomacia procuram uma estratégia comum para levantamento das restrições de viagens impostas devido à pandemia. Mas se em matéria de fronteiras internas, há consenso; para quem viaja de fora, existem mais reservas.

A representar a presidência croata da União Europeia na reunião, esteve o ministro do Interior. Davor Bozinović diz que a maior parte dos países está "a favor de um levantamento gradual dos controlos" dentro da União Europeia e no espaço Schengen. Em relação às fronteiras externas, "será aplicada uma abordagem coordenada uma vez que a Covid-19 manifest-se ainda de forma muito intensa nalgumas partes do mundo". Devemos ter essa abordagem definida a 1 de julho.

Até 15 de junho é certo que para quem vem de fora da União europeia a norma imposta em março mantém-se: só são permitidas viagens indispensáveis.

Viajantes vindos de países como o Brasil ou os Estados Unidos, onde o novo coronavírus se mantém em forte atividade, podem manter-se interditos por mais tempo.