Última hora
This content is not available in your region

"A humanidade deve preparar-se para as novas pandemias"

euronews_icons_loading
"A humanidade deve preparar-se para as novas pandemias"
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Até quando teremos de esperar por medicamentos eficazes contra a covid-19?

Para Johan Neyts, um dos mais prestigiados virologistas europeus, a descoberta é um caminho que só agora começou.

"Devíamos ser humildes. Só passaram alguns meses depois de o vírus ter sido identificado. É claro que não vamos ter em breve medicamentos altamente potentes contra o coronavírus. Mais uma vez, no caso dos vírus da SIDA e da hepatite, foram necessários muitos anos até que os medicamentos altamente potentes estivessem disponíveis. É exequível, mas é preciso tempo. Assim, os melhores resultados que vamos ter, e que estamos a encontrar, são moléculas que inibem o vírus com pelo menos algum tipo de potência, algum tipo de eficácia que possa ser suficiente para fazer a diferença em doentes muito doentes ou até mesmo em doentes que se encontram na fase inicial da doença. Talvez seja possível bloquear a replicação do vírus nos pulmões e ajudar os doentes a recuperar rapidamente. Mas talvez tenhamos de "combinar um par desses compostos para termos potência suficiente. E depois, esperamos poder ajudar os doentes. Mas devemos ser realistas. O mundo não se preparou para uma pandemia, por isso não podemos, apenas em alguns meses, inventar os melhores medicamentos, os compostos mais potentes; ninguém pode. Portanto, a lição para o futuro é que a humanidade deve preparar-se para as novas pandemias. Porque as novas pandemias vão voltar a acontecer".