"Casa Patas": A meca do flamenco em Madrid já não abre

"Casa Patas": A meca do flamenco em Madrid já não abre
Direitos de autor Miguel Morenatti/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A famosa "Casa Patas" foi vítima da pandemia. Obrigada a fechar as portas em março, já não volta a abrir. Madrid perde o seu maior templo do flamenco.

PUBLICIDADE

Morreu, vítima da COVID-19, a famosa "Casa Patas", templo por excelência do flamenco, em Madrid.

Obrigado a encerrar por causa da pandemia, este clube, com presença em todos os guias turísticos, não volta a abrir as portas.

"É absolutamente inviável fazer um espetáculo de flamenco, ou de qualquer outro tipo de música ou disciplina artística, com uma lotação à volta dos 20% do habitual. Economicamente é impossível, não ´é rentável", diz o dono do clube, Martin Guerrero.

A "Casa Patas" surgiu em 1984 numa antiga cristalaria e rapidamente se tornou na meca do flamenco na capital espanhola.

Martin Guerrero não tem dúvida: "Fecha a Casa Patas. Uns hibernam, outros caiem. Os palcos vão estar encerrados uns meses, uns anos, mas o flamenco sobreviverá, claro!"

Mas a "Casa Patas" era muito mais que flamenco, era também uma referência gastronómica, de que muitos vão ter saudades, em Madrid.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Só em janeiro, Canárias receberam mais migrantes do que na primeira metade de 2023

Vinícius Júnior, jogador do Real Madrid, não conseguiu conter as lágrimas ao falar de racismo

Tribunal suspende bloqueio do Telegram em Espanha